top of page

chico rei entre nós

Gênero: Documentário
Formato: Longa-metragem
Duração: 94 minutos
Status: Finalizado

Disponível em: Claro Vídeo

abrolhosfilmes.com_cartaz-filme-chico-rei-1-1400x2035.png

Chico Rei foi um rei congolês que se tornou escravo e libertou a si mesmo e a seus súditos durante o Ciclo de Ouro em Minas Gerais. Sua história é o ponto de partida para explorar os diversos ecos da escravidão brasileira na vida dos negros de hoje em dia, entendendo seu movimento de autoafirmação e liberdade a partir de uma perspectiva coletiva.

Direção: Joyce Prado
Roteiro: Natália Vestri e Joyce Prado
Direção de Fotografia: Nuna Nunes
Técnica de Som: Evelyn Santos
Montagem: Tatiana Toffoli
Trilha Sonora Original: Sérgio Pererê com faixa por Emicida
Produção: André Sobral
Produção Executiva: Juliana Vedovato e Laura Barzotto
Produção: Abrolhos Filmes
Produção Associada: Chico Rei.com

Categoria: Entretenimento, documentário, finalizado

voo do flamingo

blueflamingo_flamingosolitario.png

Duração: 110′
País: Brasil, France
Produção: Abrolhos Filmes

Status: em desenvolvimento

Após receber uma bolsa de doutorado no exterior, a arqueóloga da música Rafaella, 29, começa a difícil jornada de retornar a sua cidade natal com seu filho Hugo, 10, para conseguir a autorização de viagem com o pai ausente do menino. Nessa jornada, Hugo irá descobrir mais sobre sua mãe do que seu pai, que ele tem esperado conhecer por toda sua vida.

Direção: Beatriz Seigner
Roteiro: Guilherme S. Zanella and Beatriz Seigner

Produção: Abrolhos Filmes

Co-produção: Ciné-Sud Promotion, Telecine, Canal Brasil, Globo Filmes

Status do Projeto: Desenvolvimento avançado

um casamento

13.12.1953_015.jpg

Duração: 110′
País: Brasil
Produção: Abrolhos Filmes

Status: em desenvolvimento

Rio de Janeiro. Naquele verão de 1952, não se falava em outra coisa. Nas ruas, nos cafés, entre os banhistas de Copacabana, nos salões de beleza e até no senado, todos discutiam a questão “casa-não-casa” que envolvia o suposto romance entre o funcionário público branco AYRES CÂMARA e a jovem indígena DIACUÍ. A célebre novela do “amor proibido” divulgada como fotorreportagem em clima de folhetim pela revista mais popular do país, juntava todos os brasileiros com fervor em torno de uma só pergunta: É legítimo o amor entre um “civilizado” e uma “selvagem”?

Direção e Roteiro: Maíra Bühler

corpo celeste

Duração: 16′

Direção: André Sobral

Produção: Abrolhos Filmes

Roteiro: Guilherme Zanella

Com Maria Ribeiro e Fernando Alves Pinto

Após se mudar para São Paulo em busca do sonho de se tornar atriz, Letícia vê suas metas desmoronarem por causa da pandemia. Sem dinheiro e longe de casa, ele encontra no trabalho de camgirl um palco para sua reconstrução. Até que, pela internet, ela encontra Fernando, com quem compartilhou sua vida 10 anos mais cedo. Eles tem 10 minutos, a duração de uma sessão, para acertar as contas do passado.

poster_celestial_girl.jpg

Direção: André Sobral e Renata Paschoal
Roteiro: Guilherme S. Zanella
Montagem: Renato Sircilli
Produção Executiva: Ana Tereza Fonseca
Direção de Arte: Guilherme Chapina
Figurino: Kamilla Alves
Maquiagem: Wilson Eliodoro
Som Direto: Pier Valencise
Edição de Som e Mixagem: João Victor Santos
Trilha Sonora: Reinaldo Ponte
Efeitos Visuais (VFX): Nicolas Oti
Colorista: Eduardo de Andréa (Kito)

heróis do brasil:
independência da bahia

Gênero: Documentário
Formato: Episódio seriado
Duração: 26′

O grito de Dom Pedro foi dado às margens do Ipiranga em 7 de setembro de 1822, mas não foi ouvido na Bahia. A Independência da Bahia só se concretizou quase um ano depois, em 2 de julho de 1822, dia em que o Sol nasceu mais brilhante. Para esse processo, foram importantes figuras como Maria Quitéria, que abandonou o noivo, fugiu da casa dos pais, se vestiu de homem e lutou pela Independência do Brasil sob o nome de soldado Medeiros. É sobre essa e outras figuras que se debruça o documentário.

Direção: André Sobral e Fabrício Mendieta
Argumento: André Sobral
Produção Executiva: André Sobral
Produção: José Agripino
Direção de Fotografia: Guto Seixas
Trilha Sonora: Beto Villares
Montagem: Fabrício Mendieta
Coreografia: Lara Pinheiro

Chico Rei em Movimento

Gênero: Video-dança

Formato: Curta-metragem

Duração: 8′

Coroado rei nas bandas africanas do Congo no século XVIII, Chico rei é capturado com sua mulher, Djalô e seus dois filhos e trazidos como escravos ao Brasil. A história de superação de Chico Rei, contada em forma de dança.

Gênero: Video-dança
Formato: Curta-metragem
Duração: 8′
Status: Finalizado

Direção: André Sobral
Direção de Fotografia: Marcelo Rocha
Trilha sonora: Beto Villares
Coreografia: Lara Pinheiro
Produção: Abrolhos Filmes

Solidão 22B

Gênero: Ficção
Formato: Curta-metragem
Duração: 22′

Na véspera de Ano Novo, Aurora, uma velha solitária, dança em sua casa na tentativa de afastar a solidão. Ela acredita que está sozinha no prédio onde vive, mas fica surpresa com a chegada de Simone, uma nova vizinho. A jovem alugou o 22b, conhecido pelo suicídio de seu último habitante. Na tentativa de ter companhia para a noite, Aurora convida Simone para um brinde. Quando elas começam a falar, Simone revela que a última noite do ano também é a última noite de sua vida: ela vai se matar. Para evitar que a jovem se mate, Aurora tranca Simone dentro de seu apartamento e começa uma guerra emocional entre elas. Nesta noite surpreendente, o passado de fantasia de Aurora e a melancolia poética do presente de Simone, encontram a congruência na solidão dessas duas mulheres.

Com: Selma Egrei e Mayara Constantino
Direção: Jaqueline Vargas
Roteiro: Jaqueline Vargas
Direção de Fotografia: Ohyana Mai
Direção de Arte: Dicezar Leandro e Joyce Roma
Montagem: Mariana Fresnot
Desenho de Som e Mixagem: Luiz Adelmo, ABC
Trilha Sonora: Gabriel Dib
Produção: André Sobral
Produção Executiva: Sara Pavan, Yara Guzman e Jaqueline Vargas
Produção: Abrolhos Filmes

Idílio

Gênero: Ficção
Formato: Curta-metragem
Duração: 14’21”

Após uma crise de criatividade, Sérgio, escritor de antigos best-sellers encontra uma misteriosa mulher que o faz enfrentar problemas e crises de sua vida.

Direção: André Sobral
Roteiro: Jaqueline Vargas
Direção de Fotografia: Paulo Leite
Direção de Arte: Juily Manghirmalani
Trilha Sonora: Samuel Ferrari e Felipe Junqueira

Era Preciso Saber

Gênero: Videoclipe
Formato: Videoclipe
Duração: 4’32”

Videoclipe da cantora Verônica Ferriani para a música “Era Preciso Saber”.

Direção: Fabio Brasil
Roteiro: Fabio Brasil e Bruno Sinischalchi
Direção de Fotografia: Ioseba Mirena
Montagem: Gabriel Floro
Produção: André Sobral e Fabio Brasil
Produção: Abrolhos Filmes

bottom of page